DIRETORA TÉCNICA MÉDICA:
DRA.MARIUTZKA ZADINELLO
CREMESC 9562 RQE 12418

Nutrição Materno Infantil


Nutrição Materno Infantil

Ana Évora

Nutricionista

Nutrição Funcional, Materno Infantil e Esportiva 

CRN 10 3211 

 

Os Primeiros Mil Dias ( Gestação – 2 ano de vida): você sabe qual a  importância? 

 

Os  primeiros mil dias correspondem ao período entre a gestação e o 20ano de vida e são importantíssimos para a vida da criança, pois podem gerar  repercussões para toda a vida. 

 

Uma alimentação adequada durante este período auxilia no bom desenvolvimento do sistema nervoso, do sistema imunológico e do intestino. Além disso, ajuda a  prevenir doenças  como a obesidade e a diminuir as chances do bebê desenvolver dificuldades e intolerâncias alimentares. 

 

Portanto, durante a gestação é importante seguir uma dieta saudável e equilibrada com nutrientes que favoreçam o bom desenvolvimento do bebê e durante os primeiros 6 meses de vida, a amamentação exclusiva é o ideal. O  leite materno tem nutrientes suficientes  e importantíssimos para um bom desenvolvimento do bebê. A partir dos 6 meses, a  amamentação deve ser mantida, mas uma alimentação complementar adequada com alimentos levemente amassados ou em pedaços deve ser iniciada. A partir de 1 ano, a amamentação pode ser mantida, mas o fundamental é esta criança começar a ingerir os mesmos alimentos saudáveis da família (com algumas exceções e algumas adaptações).

 

 

Dificuldades alimentares na infância e adolescência: 

 

As dificuldades alimentares podem estar presentes em crianças com baixo peso, com peso normal ou nas obesas.

 

As crianças e adolescentes apresentam um acentuado desenvolvimento e crescimento e para que tudo ocorra de maneira adequada é preciso fornecer os nutrientes certos, na quantidade correta. Porém, os pais se deparam muitas vezes com a recusa alimentar de seus filhos, seja por tipos de alimentos, texturas ou quantidades.  

 

Existem algumas causas para a seletividade alimentar como por exemplo quando é proveniente de uma introdução alimentar inadequada ou por causa de desconfortos gerados pelo alimento ou mesmo devido a fatores comportamentais relacionados a hábitos e acontecimentos na família.  O fato é que sim, existe tratamento, e é possível se obter melhoras. 

 

Algumas estratégias podem ser utilizadas para melhorar a ingestão e a alimentação destas crianças e adolescentes: 

 

- proporcionar um ambiente tranquilo no momento da refeição, longe de celulares, tabletse de televisão;

- ter em mente de que o momento da refeição deve ser um momento natural, sem comemorações ou punições relacionadas ao consumo ou não de determinado alimento  ou ainda, sem aumentar a atenção dada à criança;

- investir em refeições coloridas, atrativas  e divertidas. Pode-se usar cortes diferentes, cortadores divertidos e preparações atrativas como tortas e suflês. 

 

Importante salientar que a introdução de novos alimentos ou a reintrodução de alimentos, deve ser feita de forma gradual e nunca de forma forçada. 

 

Alimentação na gestação:  

A gestação é um período delicado da vida da mulher.  Durante este período, além da importância de suprir as necessidades diárias de nutrientes, é preciso fornecer os nutrientes adequados para a formação e o crescimento do bebê. 

 

Os cuidados nesse período já se iniciam a partir do momento do resultado positivo de gravidez! Durante a gestação é importante ter uma alimentação equilibrada com alimentos  pouco processados, intensificar o consumo de frutas, verduras, grãos e ficar atenta à qualidade do alimento, seja com a higiene ou com as concentrações de agrotóxicos. Importante salientar que as gestantes não devem ingerir alimentos crus. 

 

No segundo trimestre de gestação é preciso ficar atenta ao consumo de fibras para evitar constipação intestinal e também adequar o consumo de alimentos que sejam fontes de proteína, pois as necessidades aumentam. 

 

No terceiro trimestre, devido ao crescimento do útero, muitas vezes as gestantes toleram melhor refeições com pequeno volume de alimentos e com maior frequência. Então o ideal é fazer pequenas refeições com alimentos saudáveis a cada 2 horas e lembrar de consumir água sempre!