DIRETORA TÉCNICA MÉDICA:
DRA.MARIUTZKA ZADINELLO
CREMESC 9562 RQE 12418

Varicela ("catapora")


Varicela (“catapora”)

 

Dra. Mariana Parreiras

Especialista em Pediatra

Cremesc 13791 RQE 6871

 

A Varicela (ou Catapora, como é mais conhecida) é uma infecção causada por um vírus chamado varicela-zoster. A doença é altamente contagiosa, mas na maioria das vezes não se apresenta com um quadro grave. Porém, deixa a criança muito irritada por causa dos sintomas.  

 

Transmissão: a transmissão da doença acontece por contato direto através da saliva e das secreções respiratórias (através da tosse, espirro, da fala) ou mesmo por contato direito com o líquido da vesícula na pele da pessoa infectada.  As crianças costumam contrair a varicela geralmente no período de inverno e isto se deve à maior concentração de pessoas em ambientes fechados por causa do frio. Por ser uma doença fácil de se espalhar, é importante evitar de coçar as lesões e também de arrancar as casquinhas que se formam.

 

Sintomas: os sintomas são febre, mal-estar, falta de apetite e cansaço. Depois, começam a surgir manchas vermelhas pelo corpo que coçam bastante. Estas manchas se transformam em bolhas e ficam cheias de líquido. Quando as bolhas estouram se formam pequenos machucados  com casquinhas. Geralmente, as lesões mais numerosas ocorrem no tronco e poupam as extremidades, podendo também aparecer nas mucosas (da boca e da área genital) e no couro cabeludo. O processo da doença dura por volta de 1 a 2 semanas e as lesões se desenvolvem em diferentes velocidades, ou seja, podem ter algumas lesões que ainda são manchas, outras vesículas com um líquido claro e outras já com aparência de pequenas feridas com cascas. A complicação mais comum da varicela é o aparecimento de uma infecção secundária devido à coceira que as bolhas causam, estouram e abrem portas para uma infecção de pele.

 

Período de contágio: após o contato, o período de incubação é de 15 dias. Por isso as pessoas com catapora devem se manter longe do convívio com outras pessoas até que a bolhas sequem, evitando de ir à escola ou ao trabalho.

 

Tratamento: não há um tratamento específico  mas pode-se diminuir  os sintomas fazendo uso de antitérmicos para febre e de loções (loção de calamina e géis) que refrescam e aliviam a coceira,bem como o uso de sabonetes antissépticos para evitar infecção de pele.

 

Recuperação: a recuperação acontece entre 10 a 15 dias após o surgimento dos sintomas . 

 

Prevenção: a melhor forma de prevenir é através da vacinação. Em 2013 a  vacina chamada Tetraviral tornou-se disponível  nos postos de saúde. Junto com a vacina que protege contra sarampo, rubéola e caxumba, foi incorporada a vacina contra a varicela. Mesmo sendo vacinadas contra a varicela, algumas crianças podem desenvolver a doença, mas de uma forma bem mais branda. 

 

O importante é sempre seguir o calendário brasileiro de vacinação! Informe-se com seu Pediatra.